LIÇÃO SOBRE O MUNDO

("Não sou dono do mundo; mas, sou filho do dono")

 

Senhor, dizem que devemos nos alegrar/orgulhar por sermos "filhos do dono do mundo"; no entanto, o Cristo Jesus nada diz parecido; ao contrário, afirma: "Meu reino não é deste mundo", "Eu venci o mundo" e "O senhor do mundo não tem poder sobre mim". Quantos mundos existem, Senhor?

 

Filho, só há um mundo real: o "Reino de Deus"; mas, como cada um o interpreta da forma que mais lhe convém, na prática existem muitos outros mundos, todos ilusórios. Portanto, melhor é confiar nas palavras do Cristo, sem intermediários, e esquecer todo o resto.

Supondo que DEUS fosse realmente o dono deste mundo, por que haverias de orgulhar-te por ser Seu filho? Afinal, tudo o que existe é tão filho de DEUS quanto és. Até das pedras, Ele pode fazer filhos... E mais: Ele ama todos os Seus filhos igualmente, sem preferências. Se o Altíssimo tivesse um "povo escolhido" ou considerasse alguma criatura/espécie como superior, Ele seria apenas deus de alguns; não, de todos. Neste caso, não seria Todo-Poderoso, não seria Todo-Bondoso, não seria DEUS.

O mundo, tal qual percebeis através dos sentidos físicos e da consciência mental, não é de DEUS. O mundo varia, de uma criatura para outra, de acordo com suas capacidades sensorial e intelectual. Exemplo: alguém desprovido de visão física não percebe o mundo como aqueles que não são cegos. No entanto, o reino/mundo de DEUS é o mesmo, desde sempre, pois não depende de percepções sensoriais e capacidade intelectual (opiniões/conceitos): ele é o que é, eterna e incondicionalmente.

Aquele conhecido como Jesus de Nazaré chama, o dono deste mundo relativo, de "o adversário da Verdade e da Vida" e "o senhor da mentira" (o termo popular, para o mesmo, é ego). Escolhestes ser filhos deste dono. Escolhestes, sim; mas, para parecerdes bons cristãos, o chamais de "deus". Tal erro/pecado humano é descrito na "Parábola do filho pródigo": por vontade própria, o filho mais jovem deixa o lar paterno e cai no mundo. Após anos de vida dissoluta e muito sofrimento, percebe a enormidade do erro que cometeu, como era feliz e bem cuidado, na casa de seu pai; então, toma o caminho de volta para lá. Seu pai, quando o vê chegando, corre em sua direção e o abraça amorosamente.

O mesmo se dará convosco, quando sinceramente vos arrependerdes por chamar de pai, senhor e deus, o dono deste mundo. Neste bendito dia, vosso legítimo Pai imediatamente vos perdoará e sereis alegremente saudados à porta de vossa legítima casa: o "Reino de Deus".

Não vos deixeis enganar, porém: o reino/mundo de DEUS não está em céu distante ou longínquo futuro: está, sim, aqui e agora, latente em vossos corações. Paz e Felicidade inabaláveis, aquelas que sempre sonhastes ter, nunca deixaram de estar convosco: vós, sim, as trocaram pelas migalhas de prazeres que o dono deste mundo se digna a dar-vos, vez ou outra, com o intuito de vos manter sob seu poder.

 

E como perceber o mundo de DEUS, Senhor?

 

Filho, observa um aparelho de televisão. Muitos sinais o rodeiam, mas ele capta apenas um canal: aquele no qual está sintonizado. Vossa mente é o seletor de canais que, em sua condição "normal", está carregada de desejos, metas, ambições, preocupações, medos, ilusões; mergulhada em vaidade, orgulho, luxúria, gula, ódio. O caos/inferno mental, em que viveis, é o resultado de estardes sintonizados no mundo do adversário de DEUS, e a ele chamardes de senhor. Agora entendes por que há tanto sofrimento no mundo? Escolhestes sintonizar vossas mentes no canal do sofrimento e da escravidão. O mundo de DEUS, assim como os sinais de televisão, também estão aqui e agora, em toda parte; contudo, nunca vos sintonizais nele.

 

Senhor, como sintonizar a mente no canal de DEUS?

 

Um de vossos salmos mostra o caminho para o mundo real: "Silencia-te e saberás o que é DEUS". O Silêncio automaticamente sintonizará vossas mentes no canal da Paz e da Felicidade inabaláveis: nada mais precisais fazer ou aprender. Aqui não se trata de fazer voto de silêncio, deixar de falar; mas, sim, silenciar/aquietar/interiorizar a mente.

 

Mas, Senhor, isto não fará de mim algo como um vegetal, um inútil?

 

Filho, quem vive no reino/mundo de DEUS, não é alienado ou insensível, é um sábio. Vive e age neste mundo, sofre as consequências de suas ações, mas nada abala sua tranquilidade mental. O homem "normal" acredita que o sábio está agindo, sofrendo, rindo, etc., porque está sintonizado no canal incorreto. O sábio também está sujeito às eventualidades da vida, tais como sofrimentos e prazeres; mas, em qualquer caso, sua mente permanece tranquila, sempre sintonizada no canal correto: o mundo de DEUS.

 

Senhor, devo, então, me sentar de olhos fechados e simplesmente ignorar este mundo que me rodeia? É isto, Senhor?

 

Filho, quando chega a hora, o homem aceita o aparente absurdo de que este mundo não é de DEUS. Também percebe que cada um tem o destino merecido e que nenhum poder possui para mudar as coisas. Assim, o desencanto o leva a buscar refúgio em seu mundo interior. No início desta "volta para casa", é necessário "entrar no quarto e trancar a porta", isto é: isolar-se do burburinho mundano; esquecer, pelo menos temporariamente, de si mesmo (ego); concentrar a atenção em vossa natureza divina/universal. Com a repetição de tal prática, determinada e sincera, a mente vai se tornando mais e mais tranquila, aproximando-se da sintonia correta. O sábio é aquele que, sem qualquer esforço mental, está sempre sintonizado no reino/mundo de DEUS, esteja com olhos abertos ou fechados, esteja parado ou agindo neste mundo. O sábio Jesus participava de festanças e banquetes, comia e bebia... mas, fazia tudo aquilo para se aproximar das almas que estavam precisando apenas de um "empurrãozinho", para deixar aquela vida degradante, fazer meia-volta e, como o arrependido filho pródigo, retornar para casa.

Sempre sintonizado no mundo de DEUS, Jesus estava totalmente protegido contra as tentações deste mundo. Vós, não sábios, porém, ainda não tendes a força (espiritual) necessária para estar no mundo, sem ser do mundo; portanto, sede cautelosos, continuai praticando a atenção interior como figurativamente sugerido: "entrando em vossos quartos e trancando a porta"...

 

E qual o significado de "O 'Reino de Deus' está dentro de vós", palavras registradas no Evangelho de Lucas?

 

O sábio compassivo adapta, a Verdade, ao grau de compreensão espiritual daqueles que o ouvem. Este ensinamento adverte que não é possível alcançar o mundo de DEUS através de esforços mundanos (fora de vós). O lugar mais sagrado, o melhor santuário, a melhor igreja, é o Silêncio do Coração (dentro de vós). Quando vossas mentes alcançarem a sintonia correta, aí sim, sabereis, por experiência própria, que o "Reino de Deus" (Paz e Felicidade) além de estar dentro, também está fora de vós, em toda parte. Como o caminho contrário é impossível (de fora, para dentro), foi dito daquela maneira. O mesmo sábio diz a quem ele percebe estar pronto para transcender suas queridas ilusões: "O 'Reino de Deus' é aqui e agora, além do ego. Onde há egos (individualidades), não há DEUS (Unidade)".

Filho, não tentes racionalizar esta lição. Intelecto é atributo do ego ("o adversário") e ele sempre te aconselhará a ver antes de crer, exigirá provas, etc. Apenas confia que tudo a fazer é simplesmente "mudar de canal", desapegar-te deste mundo de ilusões, sintonizar-te no mundo real.

 

Senhor, dá-me força para erguer-me, após os tropeços; que o poder do dono deste mundo, sobre mim, seja menor a cada dia! Amém.

 

 

Textos relacionados:

Tudo é uma questão de manter a mente quieta...

 

 

07/03/2022

 

http://quemsoueu00.blogspot.com/